QUEBRANDO O SALTO


O QUE AS MULHERES PENSAM

Dia desses, cultivando o ócio criativo, tive a ideia para uma engenhoca que acreditei ser revolucionária. A finalidade? Capturar o pensamento feminino.

Não precisei de muito para desenvolver o equipamento: 1 insight, 2 livros de Freud, 3 modelos matemáticos, 5 idas ao ferro velho, 8 livros do Stephen Hawking, 13 artigos sobre teoria das ondas, 21 episódios do “The Big Bang Theory”, e após 34 dias de intensa produção tecnológica, estava pronto o protótipo.

Alguns amigos, sem um tico de pudor, juraram que o meu TECO - “Terminal Escutômetro do Cérebro e suas Ondas“- mais parecia um microfone numa vara de pescar, acoplado a um gravador.

Nem liguei para os deboches. Afinal, revelar ao mundo, com provas científicas, o que as mulheres pensam, poderia render uma indicação para o Nobel.

Mas era preciso testar a validade do TECO através de um experimento de campo.

Assim, fui parar num dos principais cruzamentos da megalópole de São Paulo: Paulista com Augusta. Tentei posicionar o TECO várias vezes em cima da cabeça das mulheres que passavam pela calçada, a fim de ouvir seus pensamentos. Mas não tive sucesso.

A maioria se assustava, muitas corriam e algumas avançavam para me estapear. Como primeira observação científica, anotei que as mulheres, via de regra, não gostam de objetos pontiagudos rondando suas cabeças.

Foi então que discretamente mirei o TECO para uma motociclista distraída, parada no farol. Ela não tinha para onde correr, nem como me agredir. E, para minha surpresa, a engenhoca começou a funcionar, gravando as seguintes linhas:

“Acho que deixei o forno ligado... Preciso comprar comida pra cachorro. Pro cachorro também, aquele animal... Acho que aquele bigodudo da pick-up está olhando pra mim. Magina. Logo hoje que estou um bagulho. Péra. Ele acenou e fez um sinal com a mão e agora - o que é aquilo que ele tem na língua? Credo! É um porcão, mesmo. Abre logo, farol!... Será que o Dudu percebeu que eu fingi a dor de cabeça de ontem? Pra onde vai essa relação?... Papel higiênico. Não posso esquecer de comprar papel higiênico. O guardanapo também já tá acabando... Que fome! Ainda bem que escondi uma barra de chocolate na bolsa.... Compro ou não aquela bolsa da liquidação?... Maldito cartão de crédito estourado! Vou ter que dar cheques? Odeio cheques... Ai, esqueci de desmarcar a aula de inglês. Aquela Lady Jane é uma bruxa. Que raiva daquela mulher, viu! Pegar no meu pé por causa do verbo “Can”. Quem ela pensa que é?... Vai, farol!... Acorda, dona pedestre! A rua não é só sua. E que botas ridículas dessa piriguete. Parece o pé do Chewbacca... Tô precisando urgente me depilar. Pra que tanto pêlo? Por que crescem tão rápido?... Por que a bolsa da liquidação não sai da minha cabeça?... Ai, não faço mais nada pra mim, não tenho mais tempo, estou com tanta pressa e essa droga de farol não abre. Abriu!”

Parei a motociclista para validar minha coleta de dados. Mas Dorotéia (nome fictício) negou tudo. Disse que não está em crise com o namorado, não troca papel higiênico por guardanapo, não está peluda, não é chocólatra, não levou cantada de bigodudo, não odeia sua professora de inglês e muito menos compra bolsa em liquidação.

Tomada por uma fúria em duas rodas, como se o experimento tivesse arrancado pela cabeça sua melhor lingerie, Dorotéia jogou o TECO no chão e passou com a moto por cima.

A experiência não foi concluída. E o TECO virou um treco de sucata, pronto para voltar ao ferro velho.

Adeus, prêmio Nobel.

 

   Maria Rita Barbi acredita que o TECO conseguiria revelar o segredo do sorriso da Monalisa, e escreve no “Quebrando o Salto” às sextas-feiras.



Escrito por Maria Rita Barbi às 22h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


UOL
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, BROOKLIN NOVO, Mulher, de 26 a 35 anos
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  Ronal'to-na-China
  Haja Saco
  Blog do Torero
  Blog do Lelê
  Tecnologias Curiosas
  Elika na China
  Voando sem rumo pelo Brasil!
  No Improviso
  Kriativa
  Très Fantastique
  Haja Salto
  Pitadas Cotidianas
  A Monga e a Executiva
Votação
  Dê uma nota para meu blog